Plano de Prevenção de Cyber Segurança

Home Business Plano de Prevenção de Ciber Segurança
cibersegurança
+

Medos de segurança cibernética, como o hack Marriott em novembro de 2018 foram dominando as notícias recentes, o que não é nenhuma surpresa, considerando a Marriott teve de pagar pelo roubo dos dados de 500 milhões de clientes da sua base de dados.

proactivo reativo

Compreensivelmente, os ciberataques podem causar enormes implicações para as empresas, obliterando a reputação e baixando as vendas. O fato é que, à medida que a tecnologia se torna cada vez mais sofisticada, também os hackers; na forma como usam credenciais válidas para tornar a detecção difícil para as empresas.

O estudo do Instituto Ponemon, constatou que quase dois terços dos inquiridos disseram que não tinham confiança nos planos das suas empresas para evitar um ciberataque, e se não sensibilizar os seus funcionários, pode ser difícil colocar um plano estratégico em vigor que seja seguido por todos.

No entanto, é crucial que a sua estratégia de segurança seja sólida, para impedir que os dados dos seus clientes sejam acedidos. Se quer saber como pode fazer exatamente isso, então pode ler de seguida, os conselhos que oferecemos sobre como evitar ciberataques através de um plano de prevenção sólido.

 

Não se esqueça do básico

Como parte do seu plano de prevenção a ciberataques, deve iniciar uma rotina de auditorias e manutenções regulares. Ao executar regularmente atualizações, está a tomar medidas para evitar um cenário como o WannaCry, que foi o ransomware que explorou sistemas Windows sem atualizações em dia, e fechou centenas de milhares de computadores em todo o mundo, exigindo pagamentos de resgate.

Evite sistemas legados como o Windows XP, pois deixaram de receber suporte da Microsoft e não recebem atualizações, o que os torna mais vulneráveis a um ataque.

Curiosamente, mais de 70% das violações de dados nas PME são devido a vulnerabilidades internas, o que inclui os funcionários que não seguem procedimentos e uma falta conhecimento geral. De facto, 36% das violações resume-se á má utilização dos dados pelos funcionários.

Tire o tempo necessário para auditar as permissões dos seus funcionários e certifique-se de que apenas as pessoas relevantes tenham acesso a servidores e dados específicos. Por exemplo, apenas um pequeno número de funcionários precisará aceder aos arquivos dos Recursos Humanos. Não só poderia aumentar a probabilidade de uma possível violação das normas do RGPD, quanto mais pessoas tiverem acesso a informações confidenciais, mais dificil será para si evitar um ciberataque.

 

Sensibilize a sua equipa

A sensibilização deve fazer parte de qualquer plano de prevenção de ciberataques. As PME são tipicamente alvo através de phishing ou impersonificação, com o objetivo de extrair dados financeiros ou dinheiro. Se os funcionários não tiveram a formação correcta em como descobrir composrtamentos anormais, pode ser muito mais fácil para os hackers os atacarem.

Se ainda não tiver feito, prepare uma formação em ciberataques para os seus funcionários, seja orientada por si mesmo ou por um formador externo. A palavra-chave é aumentar a consciencialização sobre o crime cibernético e como manter-se vigilante.

Para ser eficaz, a formação deve cobrir os riscos e as repercussões se a sua empresa fosse atingida por um ciberataque, além de detectar truques que os hackers usam.

Por exemplo, explicar aos funcionários que os erros gramaticais e o endereço de e-mail que não correspondem ao remetente podem ajudá-los a detectar os emails mal-intencionados. Você também deve criar uma regra obrigatória onde os funcionários devem criar senhas fortes, exclusivas para cada site e sistema que utilizam.

Embora nenhuma estratégia de defesa será 100% estanque, educar os funcionários e ter os métodos de prevenção corretos em vigor ajudarão a reduzir o risco de erro humano.

 

Adotar uma abordagem de prevenção multi camadas

A tecnologia proativa, como pacotes de segurança gerida e soluções de monitorização da Dark Web, pode ajudá-lo a monitorizar ameaças e quaisquer credenciais de utilizador comprometidas, para que possa intervir e interromper um cibertaque antes de ocorrer ou minimizar os danos. Combinando inteligência humana e artificial, esses serviços de monitorização podem encontrar vulnerabilidades, tornando-as parte fundamental do seu plano de prevenção de ciberataques.

As soluções de segurança de nível empresarial podem proteger a sua rede e os utilizadores contra ataques que incluem anti-spam, anti-vírus e firewalls de nível empresarial. É importante investir numa estratégia de defesa multi camada: quanto mais abrangente, menor chance de um ataque ter sucesso, devido às várias camadas que têm que passar.

Embora existam produtos gratuitos que afirmam que podem manter o malware fora do seu Computador, evite utiliza-los. O Windows Defender por exemplo, não pára adware ou programas potencialmente indesejados (PUP), e também não é tão preciso e eficaz como outras ferramentas mais sofisticadas.

O custo de investir nessas ferramentas de prevenção vale bem pela garantia de segurança digital, e são muito menos do que o custo de um ciber ataque á sua empresa.

 

Criar um plano de recuperação

Embora seja importante ser proativo, também irá precisar de desenvolver um plano de recuperação, em antecipação a um desastre ou tempo de inatividade. Infelizmente, 60% das empresas vítimas de um ciberataque fecham a empresa no ano seguinte.

Enquanto a notícia falam apenas nos grandes nomes como Equifax, NHS e Sony, infelizmente nos bastidores são as PME, que estão a sofrer as conseqüências por não ter um plano sólido de prevenção de ciberataques.

A legislação do RGPD afirma que todas as empresas devem ter um plano em vigor para restaurar os dados, seja por meio de perda simples de dados, corrupção de ficheiros ou ciberataques. Se não tem um plano de continuidade de negócio, então está na hora de preparar um. Também pode contratar a recuperação de desastres como um serviço (DRaaS), que protegerá seus dados críticos e permitirá que possa começar a operar novamente após um desastre.

Embora não haja uma solução singular para dissuadir os cibercriminosos, se se estiver a questionar como prevenir ciberataques, espero que agora possa ver que um plano de prevenção é fundamental. Treinar funcionários, executar atualizações regulares e proteger os seus dados são partes essenciais da prevenção de um ciberataque á sua empresa.

Contacte-nos para saber mais.

Trackback URL: https://brumma.pt/wp/2019/08/13/plano-ciberseguranca/trackback/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *